O fato de ser Mulher nos dias de hoje tornou-se ainda mais difícil e complicado, pois além de suas tarefas tradicionais as integrantes do sexo feminino ainda tem que combater o Machismo, a Discriminação e a sua situação na Sociedade Civil Organizada. Agora imagine tudo isso e ainda incorporar a tarefa de ser Primeira-Dama, assim como faz hoje Samara Aguilar, esposa do Prefeito Aguilar Júnior!!!

Do Glamour de ser mãe e mulher e ao mesmo tempo ser a Educadora, a Gerente do Lar, ser subjugada, maltratada, usada, servir como objeto sexual e colocada em segundo plano na Sociedade Civil Organizada, hoje a Mulher é Emponderada, luta por seus princípios e direitos, combate o Machismo, exige o devido respeito sobre seu corpo e suas ideias e sonha com a igualdade no Mercado de Trabalho e no ganho de seu Salário, reduzido em cerca de 20% se comparado a mesma função ocupada por um homem.

Vida de Mulher e Primeira-Dama não é fácil!!! No passado as esposas dos governantes, assim como hoje, ocupam a Presidência da área social, mais precisamente os Fundos Sociais de Solidariedade, dando o apoio e a ajuda necessária aos pobres, mais carentes e vulneráveis da população. É certo que no passado estas funções ocupadas pelas esposas de Presidentes, Governadores e Prefeitos eram figurativas, onde a equipe resolvia tudo em nome da Primeira-Dama e para manter o bom nome político do Chefe do Executivo.

Hoje a questão se apresenta de modo diferente, pois com a maior participação da mulher na Sociedade Civil Organizada, suas tarefas, obrigações e lutas se uniram a uma maior frequência e disponibilidade diária nos Fundos Sociais de Solidariedade, ou seja, além de ser Mulher e Mãe é também Primeira-Dama, de figura política mais do que ativa, permanente.

Conciliar datas, horários e eventos certamente sobrecarregou a agenda da Primeira-Dama, onde equilibrar a educação dos filhos, o cuidado com a casa, a luta pelo equilíbrio e respeito pela Sociedade, a presença junto ao marido e o trabalho árduo no cuidado com os pobres e menos afortunados, passou a ser a nova agenda da Mulher moderna que engajou-se na política com a sua cara metade.

Com certeza esta nova inclusão na vida das mulheres serve como brecha para colocar suas ideias, exigir o devido respeito, mostrar que está pronta para gerir a casa, o marido, os filhos e embarcar na vida política, garantindo uma melhor qualidade de vida aos mais pobres. Vida de Mulher não é fácil e de Primeira-Dama menos ainda, mas quem disse que o fato de gerar uma vida faria a Mulher ser uma pessoa comum???

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *