E a Quizumba está formada!!! Decreto do Governador, adequação Municipal, fecha tudo, horário noturno, Verão em alta!!!, Vacina chegando, UPA lotada, Leitos ocupados, Turista e Veranista de montão. Qual o caminho???

 

Falha 2

Dando continuidade a coluna anterior, falaremos agora sobre a indicação de Carlinhos da Farmácia – O Projeto de Caudilho, O Carteirão – para a Secretaria de Habitação no município.

 

Indicação

Antes de mais nada está claro que a sua indicação para a pasta foi política, pois gabarito técnico para a função não há!!!

 

Alegria

Neste ponto o que deixa a cidade mais tranquila é que na Habitação não há caixa ou movimentação financeira, seja periódica ou esporádica.

 

Explicação

Eu explico: Como Secretário de Habitação O Projeto de Caudilho não será vítima de assalto, como o que ocorreu quando estava lotado na Secretaria de Esportes e teve o dinheiro da Arbitragem furtado.

 

Gabarito

Voltando a parte técnica, O Carteirão vai ter trabalho dirigindo a Habitação na cidade. Todos sabem que a direção, os caminhos a serem seguidos e as decisões tomadas eram feitas pelo Kinkas, que conseguiu o seu sonho de ser Vereador.

 

Passado

A saga de cuidar da Habitação e de almejar ser Vereador usando a pasta como mola propulsora vem desde 2017, quando tomou para si os destinos da Regularização Fundiária, deixando Carlos Cogo como puro Fantoche.

 

Climão

A situação chegou a tal ponto que ao reclamar com Bagre Júnior, Cogo teria recebido como resposta que “Habitação é com o Kinkas!!!”.

 

Gestão

Partindo do princípio que Kinkas agora está na Câmara e que o Caudilho não conhece ipis literis do setor, como você acha que vai andar a Habitação na cidade??? Tenho até medo de imaginar!!!

 

Staff

Falando agora no não tão novo Staff Municipal podemos crer que nada mudou, que continua como antes, ou seja, continua “Como Dantes no Quartel de Abranches”.

 

Falta

É público e notório que desde meados da gestão anterior, quando as atrocidades Administrativas, Financeiras e Políticas se tornaram públicas que Bagre Júnior tem enfrentado dificuldades para compor o seu Secretariado e não digo pela falta de nomes, mas sim pela falta de quem aceite a bucha!!!

 

Exemplo

O exemplo se faz notar, com nomes de fora da cidade, da dupla função em algumas pastas e da nomeação de Servidores de Carreira para tal.

 

Mérito Político

Defendemos a ideia de nomear pessoas de mérito com indicação política. O que acontece é que este duo está difícil de casar!!!.

 

O difícil não é montar um Secretariado. O difícil não é encontrar pessoas com Meritocracia para a função. Difícil não é conciliar a indicação política com a pasta. Difícil mesmo é ser Secretário da Gestão 2 do Bagre Júnior!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *