*Beá Moreira

Muito se fala a respeito da mulher, no mês de março.

Mês da Mulher. Homenagens, flores e loas. Bonito! Me sinto especial, importante,

Mas, muito do que se fala chega a ser óbvio e repetitivo! O mesmo de sempre!

Pensei muito nisso, e resolvi fazer minha homenagem às mulheres que fazem parte da minha vida hoje: azamigas!

Azamigas, no universo feminino, são a razão de quase tudo!

É uma relação de amor e ódio, misturada com inveja e ciúme. Mas tudo do bem! No meio disso, permeia um amor e uma admiração incalculáveis!

Ela são divertidas, conselheiras, adoram falar de tudo o que nós gostamos!

Azamigas gostam das mesmas músicas, assistiram aos mesmos shows, choraram nas mesmas cenas dos mesmos filmes, estão sempre em sintonia, prontas para aconselhar!

São azamigas que consolam, que apoiam e estão sempre do nosso lado, não importando o quão erradas possamos estar.

Existe um laço, entre azamigas! Uma sintonia! Azamigas podem ser de muitos anos, ou até de uma simples convivência passageira. Quando se percebe o vínculo, se cria o laço! Coisa que só azamigas entendem!

As conversas por simples olhares, os segredos guardados com todo o respeito. Só azamigas compreendem essa relação.

Só azamigas entendem o valor que azamigas têm!

Acho que azamigas são anjos disfarçados, que passam por nosso caminho…

Azamigas vêm de outras vidas, são coisa de alma, de um todo maior!

Azamigas são parte da gente, moram em nós!

Não importa o tempo, a distância, a cidade…

Elas andam comigo, dentro do meu coração!

Mulheres de fibra e de força,

Mulheres de fogo e paixão!

Queridas irmãs de alma,

Vocês são a melodia e as notas da minha canção!

 

*Beá Moreira é Cientista Social e escreve um pouco de tudo, convidando o leitor, de todas as idades, para um bate-papo sobre a vida, sobre os coisas, sobre gente e, sobretudo, sobre nós.

 

NOTA DO EDITOR: A Redação do Blog Contra & Verso pede desculpas aos seus leitores e seguidores mas devido a problemas de Saúde não houve como manter a periodicidade necessária e obrigatória para sua boa leitura diária em nosso Veículo de Comunicação. Mesmo assim não poderíamos deixar passar em branco uma data tão especial quanto o Dia Internacional da Mulher e partindo deste princípio, mesmo com atraso, publicamos texto de nossa conceituada Colunista, Bea Moreira, sobre o assunto. Pedimos desculpas mais uma vez!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *