Por Bea Moreira

 

E se eu te telefonasse

No meio da tarde e dissesse

Que queria te encontrar?

Haveria o que fizesse

Você me atender sem estresse,

Só prá gente conversar?

Não sei se você gostaria.

Te encontrar é loteria.

Nunca sei como apostar!

Às vezes, você me enlouquece,

Mas depois, isso arrefece

E eu fico a perguntar.

Quem você quer que eu seja.

Sou champagne, sou cerveja,

Sou fogo, sou terra, água e ar.

Posso ser a Cinderella,

Como posso ser Cruella,

Posso ser quem desejar!

Mas, na verdade eu que desejo

O amor que tens prá dar.

Que me aqueças com seu beijo

E me ames por amar.

E assim serei eu mesma,

Se você me namorar.

 

Beá Moreira é Cientista Social e comenta sobre o cotidiano e suas nuances, de forma descontraída e despretensiosa, buscando fazer do leitor de qualquer idade, um companheiro de bate papo.

NOTA DO EDITOR: Excepcionalmente hoje publicamos o Texto de Bea Moreira ao invés de Terça-Feira, em virtude do fim da Greve da Praiamar em Caraguatatuba.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *