* Por José Pereira Castro

 

Minha vida se move em torno dele e para falar dele precisamos entender o verdadeiro sentido do seu significado para quem o pratica na sua verdadeira essência e um pouco da sua História!

Estudante e praticante de Karate desde 1985 ano que iniciei em Portugal, onde também dei início a ministrar aulas desde 1995!

Vindo para o Brasil especificamente para CARAGUATATUBA me tornei MEI e abri a ESCOLA de APERFEIÇOAMENTO do KARATE-DO e DEFESA PESSOAL, mais conhecida por C.K.S.C. – Centro Karate Shotokan Caraguá

CKSC, foi criado em 2014 e tem a função de aprimorar e desenvolver as várias vertentes do Karate na região! Hoje representamos a JKA-Brasil (Escola Japonesa de Karate Estilo Shotokan no Brasil) no Litoral Norte de S. P.! Praticamos outras atividades, estas em contato com a Natureza como bike, corrida e caminhada sem ficarmos desconectados do Karate!

KARATE-DO = KARA – Vazio TE – Mão DO – Caminho!

Juntar as sílabas, dando sentido à frase em Português ficaria, CAMINHO DAS MÃOS VAZIAS!

Quero deixar aqui claro que, o karate é mais antigo que seu próprio nome!

Desenvolvido em Okinawa inicialmente tinha o nome de “To De” que significa MÃO da CHINA! Okinawa sendo uma ilha teve influência da China (devido à laços comerciais) na formação das Artes Marciais!

Nomes de estilos foram criados pelos Mestres de cidades diferentes onde viviam, como por exemplo de, Naha-te (cidade de Naha), Shuri-te (cidade de Shuri) e Tomari-te (cidade de Tomari)

Com o desarmamento da população ordem governamental, estes ficaram vulneráveis aos ataques e a saqueadores da época! Estando iminente o surgimento da guerra, tiveram necessidade em desenvolver outros tipos de luta!

Daí, além de estudarem a forma de treinamento e luta entre os praticantes para transformação dos Braços e Mãos, Pernas e Pés em armas de combate, acrescentaram os utensílios de trabalho como armas de ataques e defesas formando assim a arte de KOBUDO ainda treinada e desenvolvida nos

dias de hoje!

GICHIN FUNAKOSHI, conhecido também como o Pai do Karate Moderno queria ver o Karate espalhado pelo mundo!

Aí foi para o Japão onde permaneceu até final da sua missão!

No Japão conheceu o Jigoro Kano Mestre que desenvolveu o Judô! Tornaram-se amigos e até mesmo treinando em forma se troca de conhecimento….

Mas para que o Karate fosse aceite no Japão teve de sofrer algumas alterações, entre elas a colocação do sufixo DO!

GICHIN FUNAKOSHI deu o nome de CAMINHO das MÃOS VAZIAS, não apenas pelo facto de ser uma luta sem armas, mas também e principalmente pelo vazio do interior do ser HUMANO, librando-se da RAIVA, ÓDIO INVEJA e todo o sentimento menos bom para poder dar lugar ao melhor da vida, formação do Caráter do ser Humano, sinceridade, honestidade, cordialidade contendo todo o tipo de agressão!

Na próxima semana daremos continuidade sobre o assunto Karatê….

Grato pela Leitura……

 

www.ckscjka.com.br

*JOSÉ PEREIRA CASTRO Tem 55 anos, está cursando o Ensino Médio, tem

formação de Vigilante, Manipulação de Alimentos e Informática, além de Faixa Preta de Karatê Shotokan JKA  2°- Grau (Ni Dan)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *