Por Bea Moreira

 

Que meu amor não te ofenda

Nem que minha alegria te ofusque.

Quero que o meu coração te prenda,

E que a minha saudade te busque!

 

Não quero você me esquecendo,

Só quero você me querendo.

Não quero calar o que sinto,

Não mais medo em arriscar!

 

Só quero que você aceite

Essa forma tão minha de amar.

 

Beá Moreira é Cientista Social e comenta sobre o cotidiano e suas nuances, de forma descontraída e despretensiosa, buscando fazer do leitor de qualquer idade, um companheiro de bate papo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *