Prefeito Estrategista acaba com a Greve da Praiamar

A semana foi agitada e decisiva no que diz respeito a Greve dos Transportes Coletivos em Caraguatatuba iniciada na última Sexta-Feira – 20 de Maio – pelos motoristas que exigem reposição do INPC e aumento real. Foram realizadas duas Assembleias, nos dias 23 e 24 e ainda na Segunda-Feira o Prefeito se reuniu com o Sindicato da categoria com o intuito de negociar o fim do movimento. O TRT ainda não marcou a Audiência de Negociação.

Passados sete dias do início da Greve, excetuando-se a Assembléia do dia 20 a segunda reunião no dia 23 teve negada a proposta da Praiamar, empresa Concessionária dos Transportes Coletivos na cidade, que vinculou o pagamento do INPC – Índice Nacional de Preços ao Consumidor – de Maio de 2021 a Abril de 2022 ao pagamento de Subsídios da Prefeitura ou atualização do valor da Tarifa, congelada desde 2016.

Este embate Político, Administrativo e Financeiro gerou inúmeras ações na Justiça e consequentemente recursos e instrumentos jurídicos dos mais variados, que se agravaram com a Pandemia.

Desde o dia 20 apenas 15 dos 50 carros estão rodando e servindo os usuários do Transporte Coletivo na cidade conforme reza a Lei de Greve, o que tem causado sérios problemas, como atraso nos horários, falta de carros nos principais setores da cidade, acúmulo de usuários nos pontos, localidades desassistidas e carros superlotados, dentre outros.

Ainda na Segunda-Feira o Prefeito de Caraguatatuba, Aguilar Júnior reuniu-se com o Sindicato da categoria, presidido por Francisco Israel onde foi proposto o fim da Greve com a promessa de que a empresa que assumir em 23 de Junho, visto que o Contrato de Concessão termina no dia anterior e não será renovado conforme declaração do Prefeito, provavelmente em caráter Emergencial se compromete a atualizar os salários conforme o pedido dos motoristas através do Sindicato. Na madrugada de Terça-Feira uma nova Assembléia decidiu pelo fim do movimento, aceitando a proposta do Prefeito Aguilar Júnior.

Segundo a proposta do Sindicato dos Motoristas enviou correspondência a Praiamar em três de Março, os trabalhadores da Praiamar exigem aumento de 100% do INPC – Índice Nacional de Preços ao Consumidor, de Maio de 2021 a Abril de 2022 que é de 24,7%, mais 26,58% de aumento real. No documento o Sindicato aponta que os salários dos Motoristas da Praiamar são os mais baixos da região, recebendo abaixo da média regional, orçada em R$ 2.345,61.

Em Assembléia realizada na madrugada de hoje os Motoristas aceitaram a proposta do Prefeito Aguilar Júnior, de atualizar os seus salários pelo INPC a partir de 23 de Junho, quando uma nova empresa assumir o Transporte Coletivo na cidade, de forma emergencial, visto que pelo tamanho e importância da Licitação, não se resolverá em alguns dias.

De acordo com Francisco Israel, Presidente do Sindicato da categoria, a aceitação foi unânime e desde a madrugada de hoje todos os carros da empresa voltaram a rodar pela cidade.

 

Fotos: Francisco Israel/STTRUCA
           Secretaria Municipal de Comunicação/PMC

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *