Alimentar-se diariamente além de ser um costume é uma prioridade diária para a vida e a saúde das pessoas, que criam seus hábitos e adotam ingredientes definindo um cardápio que se tornou paixão nacional. Mas e quando o prato nosso de cada dia é igual em todos os Restaurantes mas com preços altamente diferentes dependendo do comércio.

Os Restaurantes da cidade mantêm um cardápio igual entre si e no mesmo dia da semana, como por exemplo o Frango Assado de Domingo, a Feijoada às Quartas e Sábados e o Strogonoff de Frango em quase todas as casas, só que em dias diferentes.

A pergunta que não calar diz respeito ao preço final e não estou falando da taxa de entrega, que dependendo da casa que você faz o pedido a taxa chega a 50% do valor final do prato. Como o mesmo prato, feito com os mesmos ingredientes pode ter preço final diferente de uma casa para outra???

Vamos tirar por base o Strogonoff de Frango; Todos se utilizam de peito de Frango, Creme de Leite, Catchup, Mostarda, Batata Palha, Alho, Arroz, Cebola e Óleo de Soja, sendo entregues numa embalagem de Isopor que difere no tamanho e na forma mas que não apresentam uma diferença gritante de preço.

Para complicar ainda mais todos dizem usar os melhores produtos, de melhor qualidade, fato esse que não se pode confirmar e confrontar, visto que os rótulos não vem acompanhado dos pratos. Seria o custo trabalhista da produção??? Determinado Restaurante que cobra mais caro paga mais por seus funcionários??? É sempre bom frisar o valor pago em salário é quase igual em valor aos impostos trabalhistas e previdenciários.

O sabor influencia??? Obviamente que sim porém vale pagar mais caro por isso??? Lembrando que bom sabor é gosto e gosto não se discute. O atendimento é preponderante na escolha do Restaurante pelo mesmo prato que é servido no concorrente??? É claro que sim, pois num lugar onde você é bem atendido, pagar a mais é pagar por tranquilidade, pela certeza de comer bem.

Esqueci de mencionar a quantidade. Analise com profundidade o preço que você paga pela quantidade que lhe é servida, pois de nada adianta ser informado que o prato escolhido tem produtos de primeira, se o valor é alto e a quantidade é ínfima. Quando cito a quantidade servida me refiro aos consumidores que comem bem, os chamados “Bons de Garfo!!!”.

Sendo assim como fazer para comer bem pagando menos??? Avaliar o atendimento, o serviço, preço final, valor da taxa de entrega e a quantidade que cada um entrega para você seriam as opções mais importantes, não esquecendo que cada detalhe é importante para a escolha final. Quanto ao sabor, você corre o risco daquele que cobra mais caro ou fornece menos quantidade ser o mais saboroso e neste caso deixo a dúvida da escolha para você, pois a minha tarefa aqui é apenas mostrar os fatos que você precisa para uma análise profunda e definitiva.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *