*Stefan Massinger

 

Carnaval – em algumas regiões do mundo até citado como “quinta estação do ano” – onde alegria, música, dança popular e sensualidade em excesso se misturam para alguns dias e nós deixem esquecer o nosso dia a dia, que as vezes é árduo demais.
Sabemos, que o efeito de álcool nestes dias faz parte das festividades, mas este texto não será uma elogia aos excessos, e eu, pessoalmente, nem gosto tanto de carnaval. Adoro festas, alegria e danças, mas nunca entendi de fazer isso numa forma “organizada”, “ordenada” – sou mais do tipo espontâneo, mas entendo, que tem pessoas, que esperam o ano inteiro para a semana da folia. E quem pensa em carnaval e bebidas normalmente pense em drinks, caipirinhas, cerveja, destilados o do tipo.  Mas antigamente a bebida de vez foi o vinho, desde os antigos gregos. E que assim seja novamente … risos….

Qual vinho então combine bem com carnaval?

Como para toda festa sem dúvida espumantes são a escolha de vez. Apreciados bem gelados no calor da festa, com sensação de refresco por causa das borbulhas para mim espumante é a escolha ideal. Que seja brut, demi-sec, champagne original, cava, prosecco que seja – isso é uma escolha pessoal e depende do seu orçamento.

Para apreciar comidas leves na semana da folia, eu também aconselho vinhos leves para acompanhar, seja um aromático branco torrontes, um rosé bem gelado e frutado, ou até um tinto com corpo leve, que se dá muito bem num dos inúmeros churrascos, que acontecem antes e depois dos diversos blocos no país.

Sabemos, que este ano não terá carnaval na rua, mas com certeza terá mais encontros entre amigos e familiares em casas alugadas nas regiões turísticos como nossa no litoral norte paulista. E aí aconselho este ano, como o consumo do vinho cresceu, de abastecer sua adega também com vinhos.

Aproveitem também os vinhos embaladas em formatos inovadores e adequados para a festa. Existem vinhos e espumantes em latas de boa qualidade. – Sendo assim, fácil de gelar, abrir e levar para onde quiser. E para a turma, que curte um “long neck” existem variações de bons brancos e tintos em formato de meia garrafa (375ml), que já serão tomados sem taça mesmo – como o long neck da cerveja na beirada da piscina, perto da churrasqueira ou no meio da bagunça sambando …

E uma tendencia que chegou neste verão e com certeza combina muito bem com carnaval e churrasqueadas em casa nesta semana de feriado é de tomar o espumante geladíssimo da mini garrafa (187/200ml) com canudo. Chique, prático e totalmente “on” neste carnaval – Aproveitem a festa!

 

 

* Stefan Massinger nasceu na Áustria, sul de Viena, numa região de vinhos. Vive em Caraguatatuba, sendo master do grupo Wine, o maior e-commerce de vinhos da América Latina, treinando interessados como empreender no mundo do vinho. Também tem uma empresa de venda de vinhos on-line e atua também como consultor independente de negócios.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *